28 fevereiro 2006

- the end -

4 comentários:

Anónimo disse...

:( não estava à espera. Nem te sei dizer o que senti.

dulce disse...

Então? Abandonas o barco??
Vá lá... não deixes os teus leitores sózinhos e com saudades...
Beijinhos

fokinha disse...

Nao!!!Por favor nao!!
Volta...precisamos de ti.
Beijo enorme :)

fokinha disse...

Ausencia...

Num deserto sem água
Numa noite sem lua
Num país sem nome
Ou numa terra nua

Por maior que seja o desespero
Nenhuma ausência é mais funda do que a tua.


Sophia de Mello Breyner Andresen