05 setembro 2006

Solstício(s) de Verão

Eis que entrei na toada das noites mais curtas deste Verão envolto numa onda inesperada de reconhecimento vinda daqueles que muito respeito, os estudantes que comigo trabalham. A sua força, as suas mensagens de agradecimento, os seus votos de felicidades para esta nova etapa da vida, todos comportam uma fonte de novo alento para um rápido recomeço que se revela decisivo e, simultaneamente, distinto dos anteriores. Não sou o mesmo, escrevo em vez de falar, escuto ao invés de ripostar e tenho tempo… muito tempo… para aprender com os restantes, aqueles que posso escolher para trazer junto ao coração, e também aqueles que, não obstante, não poder escolher, posso tolerar dentro dos limites da afectos que as noites curtas de verão nos ajudam a compreender, em especial, os amores efémeros.

19 comentários:

Naru disse...

Ola! Vim deixar-te um beijinho.
muach**

Paula Raposo disse...

O importante mesmo é ter tempo, muito tempo...Beijos.

Pequenina disse...

Vim agradecer-te a simpática visita e dizer-te que sempre que quiseres podes passar por lá, espero que haja sempre temas do teu agrado. Beijinhos e continuação de um bom trabalho ;)

augustoM disse...

Saber ouvir, é um predicado dos sábios, a quem o tempo nunca falta porque não o desperdiçam.
Um abraço. Augusto

Lita disse...

Palavras lindas e sábias. Muito bonito!
Beijinhos grandes

Luís disse...

Saudações pelos excelentes textos.

Manuela disse...

Fantastico!!Muito bonito!
Beijos

kikas disse...

Se o terminar do verão te faz escrever assim? espero anciosamente pelo final do outono...

BlueShell disse...

Um texto muito bonito, muito bem conseguido!
Venho ler-te com gosto, sabes...e às vezes deixo escapar uma lágrima.
Obrigada!
BShell

Sindarin disse...

Olá amigo, bom dia! Gostei mto do post. Os que podemos escolher são mesmo aqueles k trazemos junto ao coração, os outros? aqueles com aprendemos mto tb... até por vezes a saber como evitá-los. Um beijinho e bom fim de semana

Miriam5 disse...

Gostei muito deste post, os amores efémeros podem trazer tanta sabedoria como os outros, não é por não trazerem agrafado um atestado de longevidade que nos merecem menos atenção.
Um beijinho

Lmatta disse...

fgostei muito do teu teixto
e a foto esta linda
beijos

Crónicas de Ariana disse...

É tão bom escolher os amigos, amigos do coração, são eles que nos dão ânimo em qualquer momento da vida, outros amigos são apenas conhecidos que nos dizem olá, conversam um pouco, mas se sentirmos a sua falta alguma vez, quer dizer que estiveram ausentes em algum momento e passam a ser apenas os colegas... os conhecidos...

Ruby Sackville-Baggins disse...

:D
Nova vida?
Boa sorte. Vai correr tudo bem.

E o Verão também ele está a terminar...

Beijinho.

João Ferreira Dias disse...

A APCAB informa que deixou o abata afefe e está sob este novo domínio. visite-nos.

BlueShell disse...

Pela minha parte te agradeço estares aqui!

Um beijo fiel
BShell

Musician disse...

A vida é mesmo assim...
A nossa principal preocupação deve ser o nosso coração!
Escolher bem as pessoas que gostamos para não sofrermos!
Gostei do texto!
Beijinho*

Carla disse...

Que essa calma te acompanhe nos dias que virão...

Jeane Nitro disse...

Belíssimo!