10 junho 2007

«O que se quer»

"...Antes de vermos a pessoa, ou a coisa, não sabíamos que estávamos tão insatisfeitos. Porque não estávamos. Mas, de repente, vemo-la e assalta-nos a falta enorme que ela nos faz. Para não falar naquela que nos fez e para sempre há-de fazer. Como foi possível viver sem ela? Foi uma obscenidade..."

M.E.C.

11 comentários:

Anónimo disse...

Nunca nada descreveu tão simples e verdadeiro como este pequeno excerto… "O que se quer"… O que queres tu?
Tinha tanto para dizer, mas não aqui… Adoro o teu blog e obrigada por me "mostrares" MEC.
"…Assalta-nos a falta enorme que (...) para sempre há-de fazer..."
Um beijinho (bem simples)

Tuga disse...

Para o MEC, parece que a coisa nao correu bem entre "O antes...e o depois"

Estou em votacao aqui:

http://amigosdoclube.zip.net/salavotos.html

Posso contar com o seu voto???
Boa Semana

Anónimo disse...

Muito bonito de facto e...para completar...
"...O que é bonito no querer é sentirmo-nos subitamente incompletos sem a coisa que queremos. Quanto mais bela ela nos parece, mais feios nos sentimos. Parte da força da nossa vontade vem da força com que se sente que ela nunca poderia querer-nos como nós a queremos. Querer é sempre a humilhação sublime de quem quer. Por que razão não nos sentimos inteiros quando queremos? É porque a outra pessoa, sem querer, levou a parte melhor que havia em nós, aquela que nos faz mais falta. É a parte de nós que olha por nós e nos reconcilia connosco. Quanto mais queremos outra pessoa, menos nos queremos a nós..."
Beijos

Skin on Skin disse...

Nem sempre se têm o que se quer...temos que lutar para deixar de nos sentirmos insatisfeitos! Sei como te sentes...

Beijokas on skin

Anónimo disse...

Há coisas... Quem diz coisas... Diz pessoas...Q nc esquecemos na nossa vida...

Anónimo disse...

Boa noite!Perfeito seu blog,perde-se horas a le-lo,especial,encanta quem ama leitura,perfeito para quem está a navegar e busca boa literatura.
Obrigado por proporcionar esta leitura.
Atenciosamente kalye Abrantes.

Anónimo disse...

Não vou comentar...apenas viver o momento...:)
Beijos

SoNosCredita disse...

poderosa reflexão... gostava que alguém, um dia, sentisse isso em relação a mim... quereria dizer que ñ foi em vão!

APC disse...

É uma poderosa definição para a descoberta do amor.

mim:a disse...

A paixão assolapa a razão e com razão. Ela desperta-nos para a vida e para o início de sentimentos que em certos momentos julgamos não poder voltar a sentir. Voltar a acreditar é uma haste que nos faz rejuvenescer :)

Obrigado por fazerem recordar que é na simplicidade que reside a beleza!

Anónimo disse...

No amor, somos todos meninos. Meninas, pequenos, pequeninos. Sentimo-nos coisas poucas perante a glória descarada de quem amamos. Quem ama não passa de um recém-nascido, que recém-nasce todos os dias. (...) MEC
Para quando novas publicaçoes no blog??
Beijinho