17 outubro 2007

Mu(n)do...

Lá fora, o mundo persiste em acontecer… sou nada… quase ninguém… sou um peso de corpo… sem alma nem pensamento… sou resto de tempo… que ainda não passou… mas que não tardará… sou certeza no fim… num tempo incerto… sou mais um… um, entre tantos outros como eu… outros, que me transformam em nada… sou tudo isto… tão pouco… quase nada… na realidade… mesmo Nada. Aqui dentro… num outro mundo… mundo livre… da prisão do tempo… e dos juízos… sou rei e Cristo… sou alma e paixão… sou sonho e desejo… sou Liberdade… sou Eu… aqui dentro… escondido… num mundo, que lá fora… persiste em acontecer…

53 comentários:

Betty Branco Martins disse...

Olá Helder

Agradeço a tua visita. espero que voltes SEMPRE:))

Dei um passeio pelo teu "jardim" e adorei todos os seu cantos e recantos___________e falas do Alentejo que trago na alma____________e fiquei de encanto__________voltarei:))

Beijinhos

R@Ser disse...

Olá gostei da tua visita...Vê se não some mais!
Gostei muito do que li,principalmente desse trecho:
"sou alma e paixão… sou sonho e desejo… sou Liberdade… sou Eu… aqui dentro… escondido… num mundo, que lá fora… persiste em acontecer"…Tudo haver comigo.
Bjim

quintarantino disse...

Bom dia... não sei como mas tenho a leve sensação que o Hélder possivelmente se equivocou no destinatário da mensagem que deixou lá no NOTASSOLTAS. De qualquer forma, olhe foi maneira de topar aqui com o seu recanto, o qual apreciei. Parabéns pela luminosidade da escrita.

Secreta disse...

És Tu , apenas Tu. Num mundo teu , num mundo de todos!

coisas&letras disse...

Olá,
voltei a tropeçar neste espaço e vi que tinha novos e bons textos... por isso fiquei, e aqui estou a comentar.

É tão boa a protecção que alguns espaços nos dão, são confortáveis, realmente independentes de tudo o resto até do tempo, e aí sim... sentimos que são realmente nossos, e fazem parte da história do nosso Eu, é lá que nos refugiamos do mundo "que lá fora... persiste em acontecer".

beijo
C&L

*serás muito bem vindo se quiseres espreitar os meus Textos com História.

Fernanda e Poemas disse...

Olá Helder, adorei o a tua postagem.
Grata pela tua passagem pelo meu cantinho das fotos.
Beijinhos,
Fernandinha

Ana disse...

Lindo, adorei ler. As fotos sao muito bonitas, vou aproveitar algumas para me servir de inspiracao para uns quadros que quero fazer.
Nao sabia que costumavas ir ao meu blog. Es muito bem vindo.

Xana disse...

Poema rico, cheio de sensações...
Obrigada pela visita...

gostei mesmo do teu blog!
voltarei.

Beijo meu

Olhos de Mel disse...

Oie meu novo amigo! Obrigada pela visita e pelo carinho, volte, sim?
Mas porque tanto desprezo por você? Você é gente! Tem seu lugar no espaço, tem amigos, você é! Isso basta! Mas apesar de tudo muito lindo o que escreveu! Sem a menor dúvida, um belo post!
Adorei seu blog, viu? E vou voltar.
Beijos

Drica disse...

tbm gostei mto do modo como você escreve,mto poético e profundo... parabéns! obrigada pela visita e volte sempre! até!

Anónimo disse...

Mundo esse tão nosso....
Que para este, mu(n)do!

Lindo.

Bjs
Ana

sofia disse...

És TU e só isso importa. o mundo acontece lá fora (fora de ti que te teimas em esconder), o mundo está de braços abertos, abre os teus também e vai de encontro á vida :)

Anónimo disse...

É bom vir cá ao teu cantinho que é apenas teu...o teu mundo, mas que temos a felicidade de o quereres partilhar conncosco.
É optimo vir cá e ler um pouco "de ti", que no fundo tem um pouco de todos nós...
Um beijo

Paula Raposo disse...

Palavras que senti minhas! Muito bonito. Beijos.

Cinthya Rachel disse...

olá querido! muito obrigada pela visita! que lindo teu texto! minha família é dai de Portugal, meu sobrenome é Abrantes. Beijos

marisa disse...

Nada mais real:um mundo interior só nosso, onde somos tudo, perdido num mundo externo onde não somos realmente nada. Gostei muito!
Original a maneira que arranjaste de trazer mais leitores a estes teus ditos e contos ;)

Maria P. disse...

Obrigada.
Voltarei com mais tempo.

Um abraço.

david santos disse...

Aveiro? Mais um do meu Distrito?
Olha Helder, o teu trabalho é espectacular!
A imagem parece irmã do texto.
Parabéns e tem um bom fim-de-semana

Amaral disse...

O Alentejo é a minha lembrança, feita presente em qualquer momento!

Todos temos um mundo dentro de nós! Escondido?... Talvez à espera duma oportunidade para se manifestar...
Quando se "é" tudo isso - que importância tem que o mundo lá fora persista em acontecer?...

Ainda que não queiramos, a Natureza tem o seu ritmo e vai continuar a fazer crescer a erva dos montes e a fazer descer para o oceano as águas de todos os rios...

Hanah disse...

Olá Helrder obrigado por sua visita, apareça quando quiser... mas apareça....

Um beijo para ti

Dulce disse...

Palavras espelho de sentimentos.
Beijoss

Anónimo disse...

Mundo pequeno... só nosso... refúgio do exterior... esconderijo do interior... onde tudo é mais fácil e mais nosso... não temos que provar o que valemos porque aí a nossa existência vale por si...

Mas "viver é" também "participar"... às vezes é preciso por os pés de fora... arriscar também faz parte e tão bom que é... pelo menos há uma busca pelo que se quer.
Estar no nosso mundo é saber que lá fora outras coisas, menos protegidas é certo mas não menos importantes, podem dar-nos muito mais do que uma escrita egocentrica e pensamentos menos positivos em relação ao que nos rodeia.

Enquanto há pessoas que olham para nós e nos falam simpaticamente... nos surpreendem... nos desejam... arriscam por nós... não somos apenas um peso de corpo, mas um corpo com ideias de peso.

chαninhα disse...

Gostei.

Beijinho.

Olhos de mel disse...

Passei pra lhe ver, deixei beijinhos e votos de uma semana feliz!

Lua Durand disse...

o personagem conseguiu o que eu um dia conseguirei... inexistir. :)

dizem que é tão bom.

beijo

au revoir

Olhos de mel disse...

Oie passei por aqui e deixei beijinhos...

Anónimo disse...

LINDO cmo nos habituaste...
Passei para te sentir através das palavras... E o quanto quis conhecer, quem sabe fazer parte desse Mundo só teu onde és "rei e Cristo"… és "alma e paixão"… és "sonho e desejo"… és Liberdade… ÉS TU!…

Um Beijo
Até sempre...
S.B

Carlos Costa disse...

O mundo vai acontecendo...

Anónimo disse...

simplesmente lindo...como tu
três beijos...

Bichodeconta disse...

Sou semente e raíz..Sou principio e fim.. Somos o sol, a lua, o mar, somos a terra humida da chuva ou resequida dos vendavais.. Um abraço..

Olhos de mel disse...

Passei pra deixar beijinhos com votos de uma semana feliz!

MIMO-TE disse...

Bem Helder, no inicio fiquei assustada:) mas afinal és muito! Ainda bem, um poema lindissimo a combinar com a imagem.

Muitos mimos

MIMO-TE disse...

Bem Helder, no inicio fiquei assustada:) mas afinal és muito! Ainda bem, um poema lindissimo a combinar com a imagem.

Muitos mimos

Olhos de mel disse...

Passei aqui e deixei beijinhos...

Olhos de mel disse...

Passei por aqui, deixei beijinhos e votos de uma semana feliz!

Bichodeconta disse...

A vida é feita de pequenos nadas..um abraço..bom fim de semana..

Rui Caetano disse...

POis claro, lá fora o mundo não pára de acontecer e ele corre e corre sem cessar. Nós o que devemos fazer é também correr atrás dele e ajudar a acontecer.

Sofia disse...

Gostei da minha primeira passagem por aqui, hei-de voltar!

Chayra disse...

Todos nós temos um mundo interior, nosso abrigo... esconderijo.. nossas verdades e mentiras... nossos conflitos e vitórias e lá fora... lá fora a vida corre lenta ou rapidamente, não importa.

Olhos de mel disse...

Olá! Passei pra lhe ver e deixei beijinhos...

Bichodeconta disse...

E o mundo acontece mesmo na nossa ausencia, e ao acordar , eis-nos de novo: Nada, ninguém, sempre em busca de mais.. Um abraço e parabéns pelo magnifico poema..

Olhos de mel disse...

Oie Helder, tou sentindo sua falta, viu? Você está bem?
Que sua semana seja de realizações!
Beijos

Anónimo disse...

Sim... és um corpo mas não um corpo vazio que apenas carrega o próprio peso... és o corpo que vejo... e desejo... mesmo ausente... tu estás...

Talvez saibas quem escreve... se não souberes também não te direi e fica então apenas a idéia da importancia que tens noutro corpo... que não apenas corpo... mas memória... emoção...

Calarei... beijo

Anónimo disse...

mt interessante o blogue. n conhecia.

deixo uma dica de um autor novo que merece ser divulgado:

www.tiagonene.pt.vu

Patsy

Olhos de mel disse...

Oie Helder, some não.
Passei pra lhe ver, desejar um bom domingo e uma semana maravilhosa!
Beijos

José Roldão disse...

É só a chuva lá fora. Faz frio, mas não para sempre, pois o para sempre ainda não veio - nem se pode garantir que virá.

david santos disse...

Passei para desejar-lhe um bom final de 2007 e um bom ano de 2008.

Desambientado disse...

Há brilho nos pinheiros,
Como candeeiros,
Para imitar as estrelas,
As cores não são delas:
São escapadelas,
Fugazes e belas.
Que tragam:
Um Feliz Natal
Descomunal…

Félix

Olhos de mel disse...

Oie meu amigo! Você sumiu, mas passei por aqui para lhe desejar um Feliz Natal e um Ano Novo cheio de paz, amor, saúde e realizações!
Beijos

Paula Raposo disse...

Um bom ano novo é o que eu desejo! Beijinhos.

Hanah disse...

Ano Novo Venturoso !!!!


Abraços Brazucas


Hanah

Leonor disse...

helder
lamento desapontar-te
mas tais duvidas de agora persistirao pela tua vida pois elas demonstram um espirito inquieto pela cueiosidade.
e isso nao passa
beijinhos.

Olhos de mel disse...

Apenas para dizer que vim lhe ver e deixei beijinhos...