09 fevereiro 2008

Palavras Vazias...

Decorre o tempo… e o presente converte-se… é passado… arquivam-se palavras, algumas vazias, arquivam-se sentimentos, confissões do tempo… revelações do corpo… libertam-se as almas… ainda no luto da saudade… É tempo… é passado… é acontecimento reciclado em memoria… mais caminho… mais pedaços do futuro… mais resistente, embalado pela crença… pelo som da velha guitarra. Chamam-me as estrelas… no alto do monte alentejano… onde o sonho… é ainda esperança… é ainda realidade… o tempo acontece… o presente converte-se… é caminho passado… é futuro… até que cesse…

10 comentários:

gata disse...

...é presente, passado e futuro, é vida que floresce, em notas perdidas, que só uma guitarra reconhece!


Que descoberta numa noite fria de domingo!

david santos disse...

Belo!
Parabéns, Hélder.
Tem um bom dia de São Valentim.

Eu já não posso namorar, sou velho.
Por isso, porque não sou egoísta, desejo aos outros.

Parabéns

Benó disse...

O "agora" já não existe, é passado mas, no momento fugaz que já passou é obrigatório viver o amor intensamente.
Numa leve abordagem pelos seus posts, fiquei admiradora.
Vou voltar mais vezes e
Seja Feliz!

Bre disse...

blog excelente!! aqui as palavras não conseguem ser vazias! ;) *

tinyme disse...

"E'"... ate' que cesse! Sera'... ate' que cesse! ainda que passado...

Tondo Rotondo disse...

Parabéns

Bruna Presmic disse...

Muito belo seu blog...

Hanah disse...

00 infinito

bjo

AnaMar disse...

Também fiquei a gostar muito deste seu (r)encanto.
O tempo é mesmo o que fazemos com ele...

Fernanda disse...

Mas o vento continua...e trás as memórias aos lugares que sempre permanecem...