19 abril 2006

Primeiro'Adeus

Primeiro'Adeus veio dos teus olhos tristes.

Assisti impotente ao consumo lento das tuas faculdades.

Depois de te entregares à morte, após a nossa pequena vitória.

Eterno será o nosso amor.

Um dia reencontrar-te-ei.

Seremos dois cúmplices atraiçoados, outrora, pela vida efémera.

3 comentários:

Anónimo disse...

É a sinceridade das palavras, usada nas palavras, deste texto que ajudam a admirar tanto quem as escreve.

fokinha disse...

Simples...profundo..bonito...verdadeiro.
Beijo

Eu disse...

Profundo... intenso e principalmente muito tocante!