06 abril 2006

Sob um olhar atento do publico…

Sob um olhar atento do publico… que te aclama… representas a tua arte… limitada no tempo… pela beleza… que se esgotará. Reforças as frágeis estacas da fama… e da gloria… ficas atenta exclusivamente ao levantar do pano… para que possas entrar no palco… e representar… aguardas o final da actuação… para soar a habitual ovação que te consagra… que te alimenta. O tempo passa… não pára… não espera por ti… envelhece-te… torna-te frágil… e mais dependente… O teu publico já não te reconhece… agora na perfeição dos teus movimentos… ainda mais elegantes… sob um olhar desatento do publico… o pano cai… sais de cena… sem que ninguém… nem o teu publico… tenha notado…

5 comentários:

Silvia disse...

Lindo!!!!!!!!!
Espero que a velhecice aqui representada não sirva para me dizer nada! lololol
Beijinhossssssss

fokinha disse...

"NÃO SE ERGUE PORQUE NUNCA CHEGA A CAIR...

Senhor de total privacidade, ergue barreiras e constroi muros de sentimentos firmes nunca revelados... É pequeno quando se dá mas menino de grandes sonhos que transpira alegria mesmo estando triste!
E num simples ranger de dentes, mostra o quanto detesta o erro e adora a vida!"

De facto é bonito...beijo Helder.

Anónimo disse...

Porque


Porque os outros se mascaram mas tu não

Porque os outros usam a virtude

Para comprar o que não tem perdão.

Porque os outros têm medo mas tu não.



Porque os outros são os túmulos caiados

Onde germina calada a podridão.

Porque os outros se calam mas tu não.



Porque os outros se compram e se vendem

E os seus gestos dão sempre dividendo.

Porque os outros são hábeis mas tu não.



Porque os outros vão à sombra dos abrigos

E tu vais de mãos dadas com os perigos.

Porque os outros calculam mas tu não.

Beijo

Anónimo disse...

Simplesmente profundo e realista.

Um abraço

Anónimo disse...

Porque tudo em ti é verdadeiro
Porque tudo em ti é perfeito
Porque tudo em ti é intenso
Porque tudo em ti é simples
Porque tudo em ti é lindo
Porque...
Por tudo isto...é-me dificil libertar-me de ti...e desta dor...que te associa.
Amo-te!!